entre em contato: (11) 2649-9679 clique e solicite nossos serviços

Preencha o formulário abaixo com os seus dados e nós entramos em contato com você!

Notícias

Elas fazem a moda deles

Na hora da compra, muitos homens recorrem à ajuda feminina para escolher as roupas ideais.


Elas fazem a moda deles
Na hora da compra, muitos homens recorrem à ajuda feminina para escolher as roupas ideais.

Eles não têm paciência, não tem “saco”, nem vontade de andar de loja em loja para comprar peças de roupas ou pares de sapatos. Se deixar, alguns vivem facilmente com uma calça jeans e duas camisetas. As meias e as cuecas? Essas eles conseguem viver por anos com as mesmas, e na época do frio, aquela jaqueta de décadas continua sendo ótima e suficiente para aquecer.
Para que essa complicada situação não se prolongue, muitos acabam recorrendo ao socorro da mãe, da esposa, da namorada, da irmã ou até da amiga. É por essas e outras atitudes que muitas mulheres tomam a frente no momento das compras masculinas, e escolhem roupas, acessórios e calçados do próprio gosto.
Para a psicóloga Helena, essa “dependência” que o homem possui vem desde a infância, onde a mãe percebia que as necessidades do filho, fazia as escolhas e tomava as atitudes necessárias, e que muitas vezes eles acabam revivendo o papel de filho no casamento ou no namoro.


Cuidado mulheres

Quando for escolher a roupa, tente não se empolgar demais. A “pitadinha” do próprio gosto pelas cores e modelos sempre falará mais alto na hora de escolher. Mas, lembre-se de pensar no estilo do homem para quem você está escolhendo a peça. Mesmo que na sua cabeça ele não tenha estilo nenhum, tente lembrar os modelos e cores que ele está acostumado a usar.
Não tente radicalizar de uma vez, não compre uma camisa florida para um home que está acostumado a usar preto, branco e cinza. Vá aos poucos, e comece a incentivá-lo ir junto às compras, e depois, o anime de escolher também.

 

Coragem homens!

Para quem não está acostumado ou nem sabe o que é sair de casa para comprar um par de meias, é preciso um trabalho em equipe: a mulher se esforçar para não auxiliar tanto nas escolhas e decisões, e o homem pode só se esforçar que já está bom.
A psicóloga explica que para tentar reverter esse quadro, é necessário que tanto os homens quanto as mulheres estejam conscientes da importância de se trabalhar a autonomia do casal. Onde os homens devem buscar sua autorrealização e autonomia de uma forma mais segura e as mulheres devem deixar de lado seu forte impulso maternal de querer sempre proteger, melhorar e transformar o marido.

Fernanda Beatriz